top of page
  • Luiz

Meteoro Espetacular Ilumina Céus do Nordeste: Descubra o Fenômeno Raro que Surpreendeu Milhares!

Na noite de terça-feira (27), um brilhante clarão no céu foi avistado em diversas cidades de Pernambuco e do Nordeste, identificado como um meteoro pela Rede Brasileira de Monitoramento de Meteoros (Bramon), que atingiu a atmosfera por volta das 23h. O fenômeno luminoso pôde ser observado em várias localidades, incluindo Recife, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe, Igarassu, Abreu e Lima, Ipojuca, Lagoa de Itaenga e até em Maceió, Alagoas.


Meteoro visto de varios lugares no nordeste.
Foto retirada da mídias sociais

Vídeos compartilhados nas redes sociais registraram o espetáculo, incluindo imagens de uma "bola de fogo" refletida na água de uma piscina. O astrônomo Marcelo Zurita da Bramon destacou a raridade de um meteoro tão brilhante, ressaltando que esses eventos, embora comuns, são extraordinários quando apresentam tal luminosidade. Ele explicou que meteoros resultam da passagem de fragmentos de rochas espaciais em alta velocidade pela atmosfera. O satélite Goes-16 registrou o acontecimento, sugerindo que o fenômeno também pode ter sido visível em estados como Paraíba, Alagoas, Sergipe e parte da Bahia.

O especialista explicou que a alta velocidade do meteoro gera aquecimento e energia no ar ao redor, resultando em um brilho semelhante ao de uma lâmpada. Cleiton Batista, do Núcleo de Educação do Espaço Ciência, destacou a necessidade de cruzar informações de diversas redes de monitoramento, como Bramon e o satélite meteorológico geoestacionário Goes-16, para confirmar o evento como um meteoro.


Segundo Cleiton, os fragmentos que alcançam a atmosfera, chamados meteoroides, variam em dimensões de mícrons a um metro, com velocidades entre 39 mil e 258 mil km/h. Quando esses fragmentos resistem à atmosfera e chegam à Terra, são chamados de meteoritos, apresentando grande valor científico para a compreensão da formação do sistema solar.


Ele aconselha que se um meteorito for encontrado, é importante contatar instituições de ensino federal ou universidades públicas para identificação e estudo do material. Marcelo Zurita da Bramon destaca a disponibilidade de um formulário online para relatos de avistamento de bólidos, acessível pelo link bramon.imo.net, enfatizando que esses relatos contribuem para a obtenção de informações sobre meteoros e envolvem a população na pesquisa.

10 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page